Aprenda mais sobre a Drenagem Linfatica: manual, técnica, cursos e diversas opções.

.posts recentes

. História da Drenagem Linf...

. Drenagem Linfatica Manual

. Drenagem Linfática Explic...

. DRENAGEM LINFÁTICA MANUAL

.arquivos

. Abril 2009

Domingo, 26 de Abril de 2009

História da Drenagem Linfatica

   O sistema linfático contribui para a drenagem do organismo.

    A Drenagem Linfática é uma técnica de massagem que actua no sistema linfático, estimulando-o a trabalhar de forma rápida, movimentando a linfa(1)  até aos gânglios linfáticos.

    Essa técnica foi desenvolvida em 1932 pelo terapeuta dinamarquês Vodder e pela sua esposa, tendo sido posteriormente aperfeiçoada, tornando-se popular. É uma técnica usada para drenar e limpar macromoléculas e resíduos celulares que, devido ao seu tamanho, não entram no sistema venoso acabando muitas vezes por ficar no organismo devido à sua má drenagem linfática. Ora, como indubitavelmente se deduz, são estas macromoléculas e estes resíduos celulares os responsáveis pela acumulação de água e de gordura criando e ajudando a criar pernas cansadas, cansaço, celulite, problemas musculares e articulares bem como muitos outros problemas, o que se reflectirá em todo o corpo e no bem-estar geral. Uma das grandes causas da pobre drenagem linfática deve-se à falta de exercício físico motivado grandemente pelo sedentarismo da vida moderna e às tensões acumuladas ao longo do dia. Com o tempo essas tensões vão-se aglomerando e impedindo a boa circulação sanguínea e linfática com todas as consequências que daí ocorrem.

    A principal função desta técnica de massagem é, portanto, retirar os líquidos acumulados entre as células e os resíduos metabólicos. Ao serem retiradas do local armazenado, essas substâncias são encaminhadas para o sangue através da circulação e, por meio de variados movimentos suaves, são levadas a caminhar para que sejam eliminadas.

    A Drenagem Linfática é realizada em dois processos: a evacuação, que consiste em desobstruir os gânglios e as demais vias linfáticas, e a captação, que consiste em realizar de facto a drenagem. De forma manual a drenagem é feita a partir de círculos com as mãos e com o polegar, movimentos combinados e pressão em bracelete.

    Esta técnica pode ser feita de forma manual, mecânica ou por estimulação eléctrica. É aplicada com movimentos de pressão leve, suave, rítmica, lenta e precisa. Assim, não há a necessidade de manobras que provoquem dor ou desconforto, podendo no entanto, acontecer nos locais com inflamação ou cicatrizes recentes por estes estarem mais sensíveis. Com esta prática, são activados os gânglios linfáticos e o seu trabalho combatendo assim infecções e estimulando as defesas imunitárias fazendo, deste modo, tanto a prevenção de infecções como o seu combate.

    A Drenagem Linfática manual possui várias funções básicas: além de desintoxicar, contribui para a eliminação de lípidos, activa o sistema imunológico e actua, também, como analgésico. Trata-se, portanto, de uma técnica que estimula a regeneração dos tecidos, sendo também relaxante e tranquilizante. Após cirurgias plásticas, alivia hematomas e inchaços. É similarmente usada como complemento para os tratamentos de emagrecimento e celulite, má circulação, varizes e derrames.

    Em jeito de conclusão poder-se-á dizer que a Drenagem Linfática manual é das melhores terapias tanto para manter a juventude como para manter o sistema imunológico activo assim como para criar bem-estar e melhorias de saúde a todos os níveis.

publicado por Blogs á solta às 22:16
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito

Drenagem Linfatica Manual

A Drenagem Linfática Manual é uma técnica que emprega um ritmo lento, suave com o objectivo da estimulação do sistema imunitário. Requer o conhecimento prévio da fisiologia do sistema linfático para de seguida ser executada profissionalmente com êxito.

A Drenagem Linfática Manual surgiu por volta dos anos 30 do Século XX pela mão do Dr Emil Vodder, que a criou para o tratamento das afecções das vias respiratórias superiores.

Hoje em dia a D.L.M. tem várias indicações terapêuticas.

publicado por Blogs á solta às 22:16
link do post | comentar | favorito

Drenagem Linfática Explicada

A Drenagem Linfática é um tratamento manual, destinado a activar e melhorar a circulação corporal, evacuando líquidos e toxinas. É um bom tratamento complementar da celulite, dão que esta também possui uma componente ligada à permanência de líquidos e toxinas nos tecidos celulitosos.

 

Você tem a possibilidade de fazer sessões de 30 e 60 minutos. Durante a época de calor e quando se sofre de insuficiência venosa nas pernas (inchaço e sensação de pernas pesadas), é recomendado tomar complementos alimentares que dinamizem a circulação sanguínea.

publicado por Blogs á solta às 22:14
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito

DRENAGEM LINFÁTICA MANUAL

Técnica usada para drenar e limpar macromoléculas e resíduos celulares que devido ao seu tamanho não entram no sistema venoso acabando muitas das vezes por ficarem no organismo devido a má drenagem linfática do organismo.

 

Como facilmente se depreende, a acumulação destes resíduos acabam por irem criar problemas de vária ordem quer a nível muscular quer articular o que se reflectirá em todo o corpo e no bem estar geral.

 

A drenagem linfática manual faz uso de movimentos suaves e cadenciados por forma a relaxar o corpo e por forma a abrir os capilares linfáticos e introduzir neles as macromoléculas e os resíduos celulares.

Como é sabido, são estas macromoléculas e estes resíduos celulares os responsáveis pela acumulação de água e de gordura criando e ajudando a criar pernas cansadas, cansaço, celulite, problemas musculares e articulares bem como muitos outros problemas.

 

A drenagem linfática manual activa os gânglios linfáticos e o seu trabalho combatendo assim infecções e estimulando as defesas imunitárias fazendo assim quer a prevenção de infecções quer o seu combate.

Hoje em dia está muito em voga as botas de drenagem linfática as quais pouca ou nenhuma drenagem linfática fazem. A drenagem que elas fazem é a drenagem venosa e não a linfática pelo que os resultados desaparecem ao fim de horas ou poucos dias.

 

As macromoléculas e os resíduos celulares não passam nos capilares arteriais ou venosos mas apenas nos linfáticos onde o seu lúmen é maior e onde a sua função é a de retirar e digerir tudo aquilo que ultrapassa determinadas dimensões e que poderia criar problemas se entrasse na circulação sanguinea.

 

As botas ou a massagem apenas retiram os líquidos deixando lá as macromoléculas e os resíduos celulares que vão voltar a absorver água inchando de novo os tecidos.

 

As macromoléculas e os resíduos celulares não sendo eliminados, rapidamente vão absorver água e líquidos para se alcançar o equilíbrio.

O corpo tem de manter o seu equilíbrio e se há resíduos a mais ele tem de acrescentar mais líquidos para que a percentagem entre os resíduos e os líquidos se mantenha.

 

As botas são muito boas se a seguir se fizer uma drenagem linfática manual para eliminar estas macromoléculas e estes resíduos celulares evitando assim que se perca tempo a eliminar água e líquidos.

 

Como se vê a drenagem linfática manual é das melhores coisas quer para manter a juventude quer para manter o sistema imunitário activo assim como para criar bem estar e melhorias de saúde a todos os níveis.

 

Uma das grandes causas da pobre drenagem linfática deve-se à falta de exercício físico devido ao sedentarismo da vida moderna e às tensões acumuladas ao longo do dia as quais se vão acumulando com o tempo e impedindo a boa circulação quer sanguínea quer linfática com todas as consequências que daí advêm.

publicado por Blogs á solta às 21:52
link do post | comentar | favorito

.pesquisar

 

.tags

. todas as tags

.subscrever feeds